Venda Nova do Imigrante - ES

teste


    Ano de 1888. Os irmãos Domenico e Giovanni, filhos de Francesco Carnielli, deixam o sobrado em Conegliano, região do Vêneto, província de Treviso, Itália, rumo ao Brasil em busca de melhores oportunidades de trabalho.

    Domenico e Giovanni se instalaram em São Pedro do Araguaia, no atual município de Alfredo Chaves.  Em troca dos serviços na construção da estrada de ferro, ganharam do governo o direito de cultivar uma propriedade de cinco alqueires. Foi ali que Domenico, aos 23 anos, casou-se com Vitória Caliman.

    Sabendo da existência de terras mais férteis, os irmãos mudaram para Venda Nova, na localidade de Sapucaia. Em 1921, Domenico Carnielli aceita a proposta de Pedro Cola e compra a atual Fazenda Carnielli por 6 contos e 100 mil réis. Envia para as novas terras seu filho Francisco que havia se casado com Ângela Destéfani. Algum tempo depois, Domenico se muda com os filhos solteiros.

    A Família Carnielli viveu sempre dedicada à agricultura. Abriu campos para fazer pastagens, plantar café, milho, feijão, arroz e cana-de-açúcar. Também criava porcos, galinhas e gado bovino para ter a carne, o leite e o queijo. Todos os trabalhos eram realizados pelos membros da família. A boa acolhida aos visitantes marcou a Fazenda que, durante anos hospedou as professoras que lecionavam para os filhos da família e vizinhos.

    Em 1980, Domingos Carnielli assume a posição de patriarca que lhe é deixada pelo pai, juntamente com sua esposa Enedita Zorzal e seus dez filhos. No final dos anos oitenta, a Família Carnielli inicia uma atividade pioneira no Brasil: o Agroturismo. Atualmente estão a frente dos negócios da fazenda os filhos Leandro, Antônio e Pedro .